Dia Mundial do Doente – Vigília de Oração

No próximo Domingo, dia 11, a Igreja celebra o XXVI Dia Mundial do Doente.

No dia 10, sábado, às 21H30, na Igreja de Santo António das Antas, haverá uma VIGÍLIA DE ORAÇÃO, que terá como tema “A vocação materna da Igreja – como Maria, cuidar os feridos pela vida”. A Vigília será presidida pelo Administrador Diocesano D. António Taipa. 

Na mensagem para este dia, cujo tema é tomado das palavras que Jesus, do alto da cruz, dirige a Maria, sua mãe, e a João: «“Eis o teu filho! (…) Eis a tua mãe!” E, desde aquela hora, o discípulo acolheu-A como sua» (Jo 19, 26-27),o Papa Francisco refere no ponto 4: ” A vocação materna da Igreja para com as pessoas necessitadas e os doentes concretizou-se, ao longo da sua história bimilenária, numa série riquíssima de iniciativas a favor dos enfermos. Esta história de dedicação não deve ser esquecida. Continua ainda hoje, em todo o mundo. Nos países onde existem sistemas de saúde pública suficientes, o trabalho das congregações católicas, das dioceses e dos seus hospitais, além de fornecer cuidados médicos de qualidade, procura colocar a pessoa humana no centro do processo terapêutico e desenvolve a pesquisa científica no respeito da vida e dos valores morais cristãos. Nos países onde os sistemas de saúde são insuficientes ou inexistentes, a Igreja esforça-se por oferecer às pessoas o máximo possível de cuidados da saúde, por eliminar a mortalidade infantil e debelar algumas pandemias. Em todo o lado, ela procura cuidar, mesmo quando não é capaz de curar. A imagem da Igreja como «hospital de campo», acolhedora de todos os que são feridos pela vida, é uma realidade muito concreta, porque, nalgumas partes do mundo, os hospitais dos missionários e das dioceses são os únicos que fornecem os cuidados necessários à população”

MENSAGEM PARA O XXVI DIA MUNDIAL DO DOENTE