cursilhosO Movimento de Cursilhos de Cristandade teve origem em Maiorca, no início da década de 40, logo após o fim da guerra civil em Espanha, um acontecimento que provocou uma degradação da situação social, económica e religiosa naquele país.
É neste difícil contexto que um grupo de jovens pertencentes à Acção Católica, juntamente com alguns sacerdotes, formaram um movimento que tinha como objectivo levar a Boa Nova de Jesus Cristo a cada pessoa, particularmente aos mais afastados do Amor de Deus. No sentido de concretizar o objectivo, realizou-se em Maiorca, em Agosto de 1944, o primeiro encontro do movimento que, mais tarde, passou a ser oficialmente denominado por “Cursilhos de Cristandade”.
Actualmente, o movimento está presente em todo o mundo, sendo um instrumento de evangelização em diferentes culturas e realidades sociais.
Em Portugal, o movimento nasceu no ano de 1960, na Igreja de S. Pedro de Alcântara, e o primeiro Cursilho teve lugar em Fátima, em 28 de Novembro de 1960. Alguns meses depois, a Diocese do Porto implementou os Cursilhos de Cristandade, tendo realizado o primeiro Cursilho em Abril de 1961, no Seminário Maior do Porto.

O Movimento de Cursilhos de Cristandade (MCC) é um movimento da Igreja que, baseado numa metodologia própria, possibilita a vivência e a conveniência do fundamental cristão, ou seja, um modo de viver em consonância com a condição de Filho de Deus e de seguidor de Jesus Cristo.
O MCC ajuda, também, a descobrir e realizar a vocação pessoal, e torna possível a criação de núcleos de cristãos capazes de assumirem convictamente a missão de, em todos os ambientes, dar testemunho de Jesus Cristo aos homens e mulheres do nosso
tempo.

Presentemente, há na Paróquia de Ramalde alguns casais que participam no MCC.
No caso de algum Paroquiano estar interessado em fazer esta experiência e com ela (re)descobrir caminhos para encontrar e fazer encontrar Jesus Cristo, contactar com o Pároco, P. Mário Henrique, ou com o Sr. Álvaro Brites.